OUTROS DESTAQUES
Embratel quer licenças sem compromissos de abrangência
terça-feira, 14 de agosto de 2001 , 19h46 | POR REDAÇÃO

A Embratel pretende pleitear na Anatel autorizações para prestar serviços de telefonia local sem a necessidade de assumir os compromissos de abrangência a serem impostos pelas novas regras do STFC. O gerente geral de suporte a negócios em serviços locais da operadora, Roberto Durães de Pinho, defende a tese de que a empresa, ao cumprir as metas do contrato de concessão, válidas para a área IV (todo o território brasileiro), automaticamente já garantirá plena cobertura para qualquer localidade do País onde desejar atuar. O executivo reforçou também o pleito já manifestado anteriormente da Embratel de obter licença condicionada e, com isso, poder realizar o quanto antes contratos de concessão para antecipar sua entrada no mercado local. Pelos seus cálculos, ao seguir os trâmites previstos após cumprir suas metas, a operadora poderá estar apta a concorrer com novos serviços somente a partir de agosto de 2002.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top