OUTROS DESTAQUES
Balanço
Desvalorização derruba lucro líquido da Telemig Celular
quarta-feira, 14 de agosto de 2002 , 12h43 | POR REDAÇÃO

O lucro líquido da Telemig Celular no segundo trimestre foi de R$ 5 milhões, inferior pouco mais de três vezes em relação aos R$ 17 milhões obtidos no mesmo período de 2001. A causa da queda foi a desvalorização do real frente ao dólar, segundo vice-presidente de finanças e relações com investidores da empresa, João Cox, em sua apresentação do último balanço trimestral da operadora, nesta quarta, 14. A variação cambial da moeda estrangeira no trimestre foi de 22% para cima, provocando perdas de R$ 91 milhões na Telemig Celular, que tem uma dívida total de R$ 759 milhões, dos quais 78% protegidos por hedge.
Apesar do impacto cambial, os dados operacionais e financeiros da empresa, de um modo geral, continuam a manter tendência de crescimento, destacou Cox. O EBITDA subiu de R$ 88 milhões para R$ 97 milhões e a margem EBITDA manteve-se praticamente estável, em 45,5% entre o segundo trimestre de 2001 e igual período deste ano. ?Estamos cumprindo nosso objetivo, de manter esta margem acima dos 40%?, diz Cox.
A Telemig Celular fechou o último trimestre com 1,732 milhão de assinantes, 309 mil mais que o volume atingido em junho de 2001. O market share foi de 71%, apenas um ponto percentual a mais do que um ano antes. Da mesma forma, a receita média por usuário (ARPU) manteve-se estável no período analisado, em R$ 68 para o pós-pago e R$ 21 para o pré-pago. O número de clientes pós-pagos na base da operadora vem caindo, de 753 mil em junho de 2001 para 679 mil este ano. Os pré-pagos cresceram, de 677 mil para 1,053 milhão.
Cox diz que a chegada de mais uma concorrente ao mercado da Telemig Celular, a Oi, deve afetar o market share da empresa. Contudo ele acredita que a Maxitel, concorrente da banda B, estará mais exposta a eventuais perdas de clientes, uma vez que controladora da operadora, a TIM, pretende efetuar a migração de rede do TDMA para o GSM. Como este é o mesmo padrão utilizado pela Oi, será mais fácil para um assinante mudar entre as duas operadoras, do que da Telemig, analisa.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top