OUTROS DESTAQUES
Parecer de jurista foi a arma secreta de fundos e TIW nas AGEs
quarta-feira, 14 de novembro de 2001 , 21h23 | POR REDAÇÃO

Tudo levava a crer que as assembléias gerais extraordinárias (AGEs) de Telemig Celular Participações e Tele Norte Celular Participações realizadas na última terça, 13, terminariam a favor do Opportunity. O banco gestor de fundos tinha conseguido na Justiça o direito de voltar a ter quatro assentos nos conselhos administrativos de ambas as empresas, em vez de três. Mas, para a surpresa geral, os representantes dos fundos de pensão e da TIW muniram-se de uma arma secreta: um parecer assinado pelo ex-ministro do STF Oscar Dias Corrêa, que interpreta a decisão judicial de forma diferente, mantendo a proporção de assentos entre os sócios majoritários de Telpart – empresa composta por TIW e Newtel, que, por sua vez, pertence aos fundos e ao Opportunity. Com isso, o Opportunity perdeu espaço no conselho da Telemig.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top