OUTROS DESTAQUES
Consolidação
Cade aprova fusão Alcatel-Lucent sem restrições
quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007 , 17h25 | POR REDAÇÃO

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou na última quarta-feira, 14, por unanimidade e sem restrições a fusão da Alcatel com a Lucent. O Conselho seguiu os pareceres favoráveis da Secretaria de Acompanhamento Econômico (SEAE) e da Secretaria de Direito Econômico (SDE), que são responsáveis pela análise econômica da concorrência e pela instrução dos processos.
A união das duas empresas foi concluída em 2 de abril do ano passado, mas elas passaram a operar em conjunto a partir de janeiro de 2007. A apresentação do ato de concentração não é prévia. Desta forma, as empresas puderam tocar as atividades enquanto o Cade julgava o processo.
O lucro líquido da Alcatel-Lucent em 2006 foi 522 milhões de euros, cifra que representa uma queda de 69% se comparada a 1,6 bilhão de euros obtidos em 2005. No quarto trimestre, a companhia teve prejuízo líquido de 618 milhões de euros, ante lucro líquido de 381 milhões de euros no mesmo período de 2005.
Dos sete conselheiros, apenas cinco votaram ? o quórum mínimo. Um deles está de férias e o conselheiro Fernando Schuartz declarou-se suspeito e não se manifestou, o que significa que ele está de alguma forma envolvido no caso. O relator do processo foi o conselheiro Paulo Furquim.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top