OUTROS DESTAQUES
Mercado
GVT abre capital com ação a R$ 18; demanda surpreende
quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007 , 18h02 | POR FERNANDO PAIVA

A GVT anunciou finalmente o preço por ação em seu processo de abertura de capital: R$ 18. O valor foi definido depois de nove dias de apresentação da proposta a diversos investidores nacionais e internacionais que fizeram reservas de compras. A liquidação acontecerá no próximo dia 22 e a empresa arrecadará com esse preço R$ 936 milhões, relativos a 52 milhões de novas ações ordinárias emitidas.
Segundo um analista que acompanhou a operação, a procura pelo papel foi grande, tendo sido aproximadamente 13 vezes maior que a quantidade oferecida. ?A demanda me surpreendeu, levando em conta que se trata de uma companhia de um setor que há algum tempo perdeu bastante do seu charme no mercado?, comentou a fonte. Para o analista, diante dessa alta procura no período de bookbuilding, há espaço para a valorização do papel no curto prazo. As ações da GVT começam a ser negociadas na Bovespa nesta sexta-feira, 16, com a sigla GVTT3. Um lote suplementar de mais 7,8 milhões de ações pode ser vendido até o dia 19 de março.

Destinação dos recursos

Descontando as despesas e comissões relativas à operação de abertura de capital, a GVT receberá R$ 879,2 milhões líquidos. A maior parte desse recurso será destinada à expansão de rede. Serão R$ 410,2 milhões (46,7% do total) a serem investidos em em infra-estrutura para acesso local em cidades fora da região 2. A antecipação de pagamento de parcelas da dívida de longo prazo aditada consumirá 27,7% do arrecadado com a abertura de capital, equivalente a R$ 243,4 milhões. Outros 18,2%, ou R$ 160 milhões, servirão como capital de giro. Por fim, 10%, ou R$ 65,6 milhões, serão destinados à antecipação de pagamento de empréstimos bancários.

Controle

Os 52 milhões de ações ordinárias negociadas no mercado representam 43,7% do capital social da GVT. Com essa oferta pública, os acionistas originais passam a ter a seguinte participação: Global Village Telecom, 28,4%; ABN Amro Bank NV, 10%; Ashmore GVT I LLC, 7,9%; outros credores, 10%. Se for vendida a totalidade do lote suplementar de 7,8 milhões de ações, a participação disponível no mercado sobe para 47,2%, diluindo um pouco mais a participação dos acionistas originais.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top