OUTROS DESTAQUES
Transação com EDP não envolveu transferência de ações, disse Dantas
quarta-feira, 15 de agosto de 2001 , 23h49 | POR REDAÇÃO

Daniel Dantas tratou de esclarecer ao jornal Valor Econômico do dia 14 de agosto, quando a EDP anunciou a conclusão do acordo pelo controle da Escelsa, que o acerto foi apenas um contrato de usufruto das ações e um acordo de gestão com os portugueses. Quem transferiu efetivamente as ações foi o Citibank, segundo Dantas. Segundo o Jornal Valor Econômico, a operação poderia ser desfeita caso o Opportunity quisesse vender suas ações, mas isso precisaria ocorrer preferencialmente para a própria EDP. Segundo a EDP, os detalhes do acordo firmado com o Opportunity só serão conhecidos quando a Aneel aprová-lo. Ao jornal Valor, o Opportunity não especificou que foi o Opportunity Fund que negociou com a EDP. Mas esta é a única empresa do grupo que participa da composição da Escelsa, segundo os dados enviados à CVM.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top