OUTROS DESTAQUES
Conflito entre sócios
Citibank abre diálogo direto com os fundos de pensão
quarta-feira, 15 de outubro de 2003 , 17h35 | POR REDAÇÃO

O Citibank enviou uma carta esta semana diretamente aos cotistas do fundo Investidores Institucionais, antigo CVC Opportunity Equity Partners Fia (CVC Nacional), e ao seu novo gestor, o BB DTVM, solicitando o fim da briga com o Opportunity. O banco americano argumenta que o conflito desvaloriza as companhias nas quais o ex-CVC Nacional é sócio ao lado do CVC Opportunity Equity Partners LP (CVC Estrangeiro), fundo que permanece administrado pelo Opportunity e cujo principal investidor é o Citibank. Entre as empresas hoje controladas pelo CVC estrangeiro e pelo Investidores Institucionais estão Brasil Telecom, Telemig Celular e Amazônia Celular.
A carta é assinada por Paulo Caldeira, um brasileiro diretor do Citicorp Venture Capital nos EUA e que passará a representar o banco americano para questões envolvendo o CVC daqui em diante. No texto não há qualquer menção à sugestão do Opportunity, feita na semana passada, de se criar uma câmara de arbitragem para resolver o conflito.
Em assembléia realizada no último dia 6, o Opportunity foi destituído da gestão do antigo CVC Nacional pelo voto de cotistas que representam 81,31% do capital do fundo, liderados por Previ e BNDES. A alegação foi a quebra de uma série de deveres fiduciários por parte do administrador. O BB DTVM foi escolhido como gestor provisório por 30 dias e o nome do fundo foi trocado para ?Investidores Institucionais ? Fundo de investimento em ações?. Em breve outra assembléia será realizada para indicar um administrador definitivo e mudar o estatuto do fundo. Os fundos infomaram seus passos ao Citibank.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top