OUTROS DESTAQUES
Competição impede operadoras celulares de praticar tarifas maiores
terça-feira, 16 de abril de 2002 , 20h15 | POR REDAÇÃO

Segundo Antônio Valente, o "amigo especialista" que escreveu o documento apócrifo coloca que a Anatel estaria comprimindo as tarifas dos serviços (o que reduz a rentabilidade das empresas) especificamente no caso do serviço celular. O conselheiro discorda veementemente da afirmação e lembra que a Anatel, na homologação dos reajustes das celulares, segue todos os itens contratuais previstos. "Mesmo assim as empresas não conseguem praticar preços públicos nos limites estabelecidos pela agência. Isso acontece porque a competição não deixa". Ainda sobre o serviço celular, o suposto documento divulgado pela Agência Estado critica as exigências de qualidade do serviço celular, afirmando que elas são muito severas. Valente lembra que a exigência de qualidade na prestação de serviços é algo que está acima da agência: "quem paga pelo serviço tem o direito de receber serviços que atendam às suas expectativas de qualidade. As regras não são descabidas e estão dentro do contexto da regulamentação internacional", disse Valente. Sobre as críticas ao código de seleção de prestadora, Valente disse que esse é um direito do cidadão.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top