OUTROS DESTAQUES
Negócios
Fundos de pensão votariam contra aquisição da Pegasus pela Telemar
terça-feira, 16 de julho de 2002 , 18h24 | POR REDAÇÃO

Se pudessem participar do controle da Telemar, os fundos de pensão Previ, Petros e Telos provavelmente votariam contra a aquisição da Pegasus pela operadora local, comentou uma fonte ligada às fundações. Essas entidades de previdência controlam 19,9% da Telemar Participações S.A., mas não têm direito a voto porque são acionistas controladores da Brasil Telecom. A fonte entrevistada por TELETIME News disse que os fundos temem que a Pegasus seja adquirida acima do seu valor de mercado. ?Receio que se repita o mesmo que aconteceu na compra do iG?, comentou, referindo-se à aquisição do provedor de acesso pela Telemar, cujo valor foi considerado alto na época. Tal como na Pegasus, havia acionistas em comum entre iG e Telemar. Eram eles: GP Investimentos e Opportunity. No caso da Pegasus, são acionistas em comum com a tele Andrade Gutierrez, La Fonte, GP Investimentos e Opportunity.

Assembléia Geral

Segundo a mesma fonte, só seria possível impedir a compra da Pegasus se o assunto fosse levado a uma Assembléia Geral, pois dela todos os acionistas da Telemar podem participar. Mas, de acordo com o estatuto da empresa, a decisão ficará por conta do conselho de administração. O órgão é o responsável pela aprovação de quaisquer operações de aquisição ou aumento de capital em outras empresas, mesmo que envolvam acionistas em comum.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top