OUTROS DESTAQUES
Ministro critica decisão da Anatel no caso da Intelig
quinta-feira, 16 de dezembro de 1999 , 19h42 | POR REDAÇÃO

Pimenta da Veiga disse que não concorda com a Anatel na decisão de deixar que a Intelig entre em operação sem determinar a saída da Sprint do controle da empresa. "Se isto acontecer, tenho certeza que a competição nas ligações de longa distância ficará prejudicada. Acho que houve um erro de interpretação da Anatel", afirmou o ministro. A agência já se manifestou em outras ocasiões dizendo que como a fusão ainda não foi autorizada pela FCC não há elementos que comprovem que as duas empresas, MCI e Sprint, já trabalham juntas, o que comprova que a competição no Brasil fica preservada. Em relação a esse argumento, Pimenta rebate questionando. "A FCC pode levar alguns meses para dar um parecer, mas e se ela levar cinco ou dez anos para se manifestar? Vamos ficar esperando e deixando que as duas empresas controlem duas operadoras concorrentes no Brasil?". Pimenta acha que a Intelig entrar em operação nessa situação pode abrir um precedente para que outras empresas peçam autorização para fazer as ligações de longa distância, o que contraria o PGO.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top