OUTROS DESTAQUES
Balanço
Margem Ebitda da Telemig Celular cai, mas segue alta
sexta-feira, 17 de março de 2006 , 18h18 | POR CARLOS EDUARDO ZANATTA

Ao contrário da Amazônia Celular, que optou por diminuir o ritmo da operação para aumentar a rentabilidade, a Telemig Celular está tentando fazer as duas coisas ao mesmo tempo. A empresa divulgou nesta sexta, 17, seus resultados referentes ao ano de 2005 e mostrou margem Ebitda recorde entre as empresas de telecomunicações pelo segundo ano seguido. Caiu de 45,2% para 40,6% sobre a receita líquida. O aumento da base ficou em 20% (567 mil assinantes a mais, chegando a 3,3 milhões no total), e lucro crescente, passando de R$ 160 milhões em 2004 para R$ 174 milhões em 2005.
Também motivo de comemoração foram os resultados no Triângulo Mineiro, onde a empresa entrou em 2005. Segundo Ricardo Grau, presidente da empresa, em sete meses a operadora chegou a 12,4% do mercado.
A política de aumento da base provocou uma diminuição no Arpu (receita média por usuário), que passou de R$ 33,6 em 2004 para R$ 26,7 em 2005.
Mesmo tendo que investir R$ 277 milhões na ampliação da rede GSM e implementar rede no Triângulo Mineiro, a operadora registrou fluxo de caixa positivo em R$ 200 milhões.
Curiosamente, a empresa sofreu um pequeno aumento na taxa de cancelamento de usuários pré-pagos em 2005 (de 34% para 38%), mas manteve os índices de cancelamento no pós-pago na casa dos 22%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top