OUTROS DESTAQUES
Internet
Apenas comércio se salva na rede
terça-feira, 17 de setembro de 2002 , 19h36 | POR REDAÇÃO

A exemplo do que vem ocorrendo em telecomunicações, também alguns segmentos de Internet experimentam alguma recuperação nos Estados Unidos. A melhora é mais perceptível na área de comércio, cujas ações nas bolsas tiveram uma alta de quase 4% nos últimos 30 dias, em que pese a baixa de 5,59% do índice Dow Jones. Em serviços para Internet, a situação ainda é bastante problemática: queda de 4% em 30 dias e de quase 68% no ano.
Quando se abre esse segmento, a companhia que aparece melhor é a Amazon, com alta de 16,3%, seguida da TMP, com 13,4%, e a Ameritrade com 9,84%.
As empresas que operam no mercado brasileiro não estão bem. O caso mais recente de queda é a Yahoo, que acumula perdas de quase 18% nos últimos 30 dias. O acesso rápido à Internet da empresa está andando a passos de tartaruga. Houve apenas um grande acordo com a SBC em novembro do ano passado, sendo que a Verizon desistiu de seguir o mesmo caminho, preferindo fechar com a Microsoft.
Os chamados ?hot jobs? da Yahoo, para oferta e busca de empregos, escorregaram na baixa atividade econômica e igualmente fraca movimentação do mercado de trabalho. Por fim, as receitas de publicidade caíram, ainda que não de forma dramática.
O que vai indo particularmente bem nos negócios de Internet são os B2B de turismo e drugstores.
A lista das recomendações de ações de Internet da Multex Investor, esta semana, é liderada pela Websense (WBSN), seguida pela USA Interactive (USAI), NetBank (NTBK), Microsoft (MSFT), Mercury Interactive (MERQ), Intuit (INTU) e First Data (FDC).
No Brasil, a ironia, é que as empresas que pretendiam entrar pesado em Internet, conseguiram resultados melhores ao diminuir a sua exposição no setor. O Pão de Açúcar, por exemplo, abandonou a Amélia.com, concentrando seus esforços na ampliação da rede de supermercados reais: ações na bolsa com alta de 15,8% este mês e de 21% nos últimos 12 meses. O Ideainet, a mais pura empresa de Internet na bolsa, tinha oferta de compra a R$ 0,43, representando queda de 14% no mês, se houver fechamento de negócio. Em relação ao início do ano, as perdas são superiores a 37%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top