OUTROS DESTAQUES
Serviços
BrT garante à ABTA que não fará TV por assinatura
quinta-feira, 17 de outubro de 2002 , 16h58 | POR REDAÇÃO

O vice-presidente da Brasil Telecom, Yon Moreira, esteve nesta quinta, 17, na ABTA 2002 para reafirmar à associação que a operadora não pretende concorrer com os serviços de TV por assinatura. O anúncio, na última terça-feira, de que a tele ofereceria serviços de vídeo por ADSL causou no setor de TV paga o temor de que a BrT estivesse disposta a operar TV por assinatura. Yon Moreira esclareceu que a operadora irá apenas ceder sua rede para que provedores de pay TV prestem o serviço. A tele não tem qualquer tipo de outorga para TV por assinatura e busca modelos de parceria. Em carta entregue à ABTA, a Brasil Telecom assume um compromisso com o setor de TV paga: "a Brasil Telecom oferece à ABTA e seus associados esta nova oportunidade para o estabelecimento de parcerias vencedoras, onde a excelência de cada parceiro permitirá a oferta de serviços complementares de alto nível e qualidade aos clientes comuns".

Set-top box

Em palestra na manhã de hoje na ABTA 2002, o diretor da BrT Serviços de Internet Ildeu Borges explicou como funciona o sistema de transmissão de vídeo por ADSL. O assinante terá um set-top box ligado ao modem ADSL que receberá os sinais MPEG2 e os converterá para o televisor. A navegação é feita pelo controle remoto, como em um set-top comum.
A apresentação de Borges causou em alguns operadores presentes a impressão de que a tele se propunha a prestar o serviço de pay TV. Aproveitando a presença do superintendente de comunicação de massa da Anatel, Ara Apkar Minassian, os operadores fizeram uma rápida "consulta" sobre o assunto. Minassian, na mesma hora, virou-se para o representante da BrT e disse: "Lembre-se da súmula do SCM (que proíbe as prestadoras do serviço multimídia de fazerem serviços contínuos de TV). Vamos estar de olho".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top