OUTROS DESTAQUES
Serviços móveis
Operação GSM da Claro começa em SP em duas semanas
segunda-feira, 17 de novembro de 2003 , 15h09 | POR REDAÇÃO

Em duas semanas a Claro deve iniciar a operação GSM na Grande São Paulo, área coberta pela BCP. A informação é do diretor de marketing da empresa, Roberto Guenzburger. A operadora vai oferecer portabilidade numérica para os assinantes pós-pagos herdados da BPC que quiserem fazer a migração da tecnologia. ?Para os usuários pré-pagos esse serviço estará disponível apenas no ano que vem?, completa o diretor de marketing. Na última sexta-feira, 14, a Claro divulgou a conclusão do processo de aquisição da BCP, anunciado em agosto, e o lançamento da tecnologia GSM no interior e litoral de São Paulo. Guenzburger prevê que as operações do Paraná e Santa Catarina e da Bahia e Sergipe serão lançadas antes do Natal. A divulgação da marca na mídia na Grande São Paulo teve início no último dia 15. Com a BCP, a Claro soma à sua carteira mais 1,7 milhão de clientes, atingindo a marca de 8,8 milhões de clientes no País.

Segmentação

Seguindo o modelo de outras operadoras móveis, a Claro decidiu partir para a segmentação para angariar novos clientes. A empresa anunciou nesta segunda, 17, o lançamento do primeiro produto segmentado com a marca da operadora: o Claro Sandy e Junior, que será comercializado nos aparelhos GSM da Siemens A55 e C60. O novo produto é composto por serviços como portal de voz, hits (ringtones) para personalizar os celulares, protetores de telas e papéis de parede, todos inspirados na dupla de cantores. Segundo Guenzburger, o segredo do marketing é a segmentação e, por isso, a Claro deve lançar ainda este ano um novo produto segmentado e, um terceiro, no início de 2004. A divulgação destes produtos fazem parte do orçamento de R$ 40 milhões para o lançamento da marca Claro em todo o Brasil.

Vendas de Natal

A estimativa do diretor de marketing da Claro é de que as vendas de Natal da operadora este ano sejam 20% superiores do que a soma das vendas do mesmo período em 2002. ?O Claro Sandy e Junior deve responder por cerca de 15% do total das vendas?, afirma. Na Grande São Paulo, as vendas devem crescer 50% em relação às vendas da BCP no mesmo período no ano passado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top