OUTROS DESTAQUES
Justiça de Cayman quer reguladores brasileiros de olho no Opportunity
segunda-feira, 18 de março de 2002 , 20h53 | POR REDAÇÃO

Neste final de semana, o Jornal do Brasil publicou reportagem sobre uma decisão judicial nas Ilhas Cayman em que os fundos CVC/Opportunity (fundos do Citi geridos pelo Opportunity de Daniel Dantas) são condenados criminalmente, juntamente com seus gestores, pelo uso indevido de informações roubadas em outros processos que correm na Justiça brasileira. O "chief of Justice" de Cayman, Anthony Smellie, ordenou que o Opportunity, Daniel Dantas e o Citibank paguem multa de US$ 100 mil e ainda se retratem perante as autoridades brasileiras e de Cayman por terem dado vazão a informações confidenciais sobre processos que envolvem a TIW e Luiz Roberto Demarco, ex-sócio de Daniel Dantas. Um ponto da sentença do juiz Smellie merece destaque para o setor brasileiro de telecomunicações. Ele diz que está aplicando a multa "para chamar a atenção e a análise cuidadosa das autoridades regulatórias brasileiras e dos investidores" sobre o que está acontecendo em Cayman. Ao ressaltar seguidamente a falta de credibilidade do depoimento prestado por Daniel Dantas, o juiz lembra que a desobediência da ordem cometida pelo gestor dos recursos do Citi poderia resultar até em seqüestro de bens e prisão dos responsáveis. Segundo a notícia penal que acompanhava a ordem inicial descumprida por Dantas, o fato seria considerado "contempt of Court" (desobediência à Corte).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top