OUTROS DESTAQUES
Venda de capacidade em cabo submarino: serviço ou infra-estrutura?
quarta-feira, 18 de julho de 2001 , 22h25 | POR REDAÇÃO

Assim que a irregularidade foi observada, Riviére procurou a Telefônica para conversar. A companhia espanhola explicou que a Emergia não vende um serviço de telecomunicações mas, sim, infra-estrutura. Porém, segundo o diretor da Intelig, a venda de fibra ótica ativada – como é o caso da Emergia – é considerada um serviço. "Seria infra-estrutura se fosse fibra apagada. Essa diferença está descrita no recém redigido regulamento conjunto para compartilhamento de infra-estrutura entre os setores de energia elétrica, telecomunicações e petróleo", explica Riviere.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top