OUTROS DESTAQUES
CVC/Opportunity
Citi seria favorável a gestor comum, acreditam os fundos
terça-feira, 18 de novembro de 2003 , 18h49 | POR FERNANDO PAIVA

Uma aproximação entre o Citibank e os fundos de pensão pode estar começando a ser desenhada no conflito que envolve a gestão do CVC/Opportunity Equity Partners LP (mais conhecido como CVC Estrangeiro) e do Investidores Institucionais FIA (ex-CVC Opportunity Equity Partners FIA, ou CVC Nacional). Os dois fundos estão no bloco de controle da Brasil Telecom, Telemig Celular e Amazônia Celular.
Depois que os investidores nacionais romperam definitivamente com o Opportunity, uma fonte ligada às fundações informou que o Citibank, principal investidor do CVC Estrangeiro, deu sinais de que estaria disposto a conversar sobre a possibilidade de definir um gestor único para os dois fundos. ?Algumas pessoas que falaram com o Citibank recentemente disseram que ele teria interesse em discutir o assunto?, informou a fonte. Questionada se os fundos de pensão pretendem marcar uma reunião com o banco americano, a fonte respondeu simplesmente: ?a idéia não está descartada, mas seria melhor se eles nos procurassem diretamente.?
Vale destacar que o Citibank nunca se declarou insatisfeito com a gestão do Opportunity no CVC Estrangeiro. Pelo contrário, nas últimas vezes que se pronunciou sobre o tema, em 2001 e 2002, o banco americano afirmou seu apoio irrestrito ao grupo de Daniel Dantas. Recentemente, nossa reportagem perguntou ao Citi se mantinha as declarações dadas em 2001 e 2002 de apoio ao Opportunity, mas não teve nenhum tipo de resposta.
Questionado hoje sobre as informações obtidas junto a fontes próximas às fundações previdenciárias, o Citibank mandou a seguinte resposta, em inglês:
"In response to your questions regarding Opportunity, please be advised that Citicorp Venture Capital is a limited partner in the CVC/Opportunity fund and as a matter of policy, Citigroup does not comment on the activities of general partners of the fund in which it invests. We have no further comments". Ou seja, o Citi não quer fazer nenhum comentário a respeito.
As fundações previdenciárias e o BNDES, cotistas do antigo CVC Nacional, destituíram o Opportunity da gestão no começo de outubro sob a alegação de quebra de deveres fiduciários. O BB DTVM assumiu provisoriamente o comando do fundo.

Assembléia

A assembléia de cotistas do Investidores Institucionais FIA marcada para esta terça, 18, para eleger seus novos gestor e administrador foi adiada para o dia 1º de dezembro. A postergação foi solicitada por alguns cotistas que querem mais tempo para analisar algumas das mudanças estatutárias propostas.
Entre os nomes que serão apresentados na assembléia como candidatos a gestor e administrador do fundo constam Angra Partners, Banco Pátria, Bradesco Templeton e Galleazi & Associados.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top