OUTROS DESTAQUES
Investimento em portabilidade é alto para as incumbents
terça-feira, 18 de dezembro de 2001 , 20h40 | POR REDAÇÃO

Antes mesmo da portabilidade numérica tomar contornos de regulamento, as fixas, celulares e empresas-espelho já sinalizam para uma nova polêmica. As incumbents terão que investir em redes inteligentes para praticamente facilitar a migração do seu assinante para a espelho. Um dos requerimentos da portabilidade é a digitalização completa da rede. Ainda há as modificações como custo de reprogramação, alterações no call center, negociações com os fornecedores de centrais de comutação e gastos com mão-de-obra e engenharia. Para o presidente da Brasil Telecom Participações, Henrique Neves, o serviço não se revelou um indicador de competição no exterior.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top