OUTROS DESTAQUES
Mercado
Brasil tem 130 mil assinantes de WiMAX, diz consultoria
terça-feira, 19 de janeiro de 2010 , 15h42 | POR REDAÇÃO

A consultoria Maravedis divulgou nesta terça-feira, 19, um relatório no qual aposta que em 2010 diversas frequências destinadas à quarta geração, ou seja ao WiMAX e ao LTE, deverão ser licitadas, como as faixas de 3,5 GHz, 2,5GHz, 450 MHz e a faixa H remanescente do leilão de 3G.
De acordo com a Maravedis, 75% do espectro de 3,5 GHz ainda não foi licitado. O WiMAX tem cerca de 130 mil assinantes, seja na versão 802.16d (fixa) ou 803.16e (móvel), com Arpu residencial de US$ 30 e corporativo de US$ 115. Nos serviços 3G o Arpu é de US$ 15, segundo a Maravedis.
O relatório, intitulado "Brazil Wireless Broadband and WiMAX Market Analysis, 2010", destaca que há quatro anos o País era visto como um mercado promissor para o WiMAX. Entretanto, o "ambiente regulatório desfavorável" e o contínuo atraso no leilão das faixas para o WiMAX mudou essa expectativa, abrindo espaço para o questionamento sobre a viabilidade da adoção maciça da tecnologia. Por outro lado, diz a consultoria, a telefonia móvel teve um tremendo sucesso no País, com 168 milhões de assinantes e penetração de 89%.
"Como o maior mercado da América latina, o Brasil oferece atrativas oportunidades para as operadoras de quarta geração. A demanda por banda larga sem fio é crescente, mas a falta de espectro disponível tem atrasado muitos lançamentos comerciais. As duas consultas públicas do ano passado � 2,5 GHz e 3,5 GHz � permitem à Anatel liberar espectro para a quarta geração este ano", afirma Cintia Garza, analista sênior para a América Latina, autora do estudo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top