OUTROS DESTAQUES
Operação
Rompimento de adutora deixa 5 mil clientes da Oi sem Internet e telefone
sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 , 15h20 | POR REDAÇÃO

Quase cinco mil clientes da Oi nos bairros da Tijuca e do Maracanã, na zona norte do Rio de Janeiro, estão sem telefone fixo e Internet em banda larga desde quinta-feira, 18. Empresa atribui queda no serviço a rompimento de adutora da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae).
A Cedae, no entanto, alega que o sistema se rompeu porque a Oi desrespeitou uma lei que estabelece distância mínima entre cabos e tubulações, e a adutora estava completamente envolvida por cabos da operadora. De acordo com a assessoria da companhia fluminense, há dois dias, quando houve uma queda no abastecimento de água na região da Tijuca, os técnicos verificaram que uma adutora na altura da rua São Francisco Xavier, no Maracanã, estava sendo esmagada pelos cabos da operadora de telecomunicações e por isso não resistiu ao peso e quebrou.
Segundo comunicado da Oi, os reparos já estão sendo feitos e, das 4.997 pessoas afetadas, 2,5 mil já estão com os serviços de telefonia fixa e internet em banda larga operando normalmente. A conclusão dos reparos está prevista para o fim de semana, ainda de acordo com comunicado, o grande volume de água e a falta de espaço do local do rompimento dos cabos atrasaram o ritmo de trabalho dos técnicos.
No entanto, de acordo com a Cedae, o abastecimento de água foi restabelecido cerca de 12 horas (entre quarta-feira, 17, e manhã da quinta) depois de ser informada da queda no serviço. A assessoria da Companhia de Águas do Rio informou que, por conta do desrespeito da Oi à lei de distância entre tubulações, será aberto um processo administrativo contra a operadora.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top