OUTROS DESTAQUES
Para Anatel, Emergia não pode comercializar fibra acesa
quinta-feira, 19 de julho de 2001 , 19h47 | POR REDAÇÃO

A briga entre Intelig e Emergia está em análise dentro da Anatel, mas segundo uma das pessoas que está acompanhando o caso dentro da agência, ainda que não haja uma posição fechada, está claro que "a Emergia não tem autorização de SLE. Ela é uma subsidiária estrangeira da Telefônica e tem, portanto, que se adequar a legislação brasileira. Só poderá vender capacidade depois que a Telefônica antecipar as metas". Com esta afirmação, a fonte dá a entender que nesta briga, a agência deve dar razão à Intelig. A operadora de longa distância contesta o fato de a Emergia (subsidiária da Telefônica) vender capacidade de serviços de transmissão de dados, já que por vender fibra acesa ela precisaria de uma autorização de serviço limitado, o que não tem e nem poderia ter enquanto a sua controladora não cumprir as metas na telefonia fixa.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top