OUTROS DESTAQUES
Empresa não tem interesse em telefonia fixa
quarta-feira, 20 de fevereiro de 2002 , 21h59 | POR REDAÇÃO

A Atrium não está interessada em ter licença de telefonia fixa porque não pretende gerar tráfego, mas apenas comprá-lo no atacado para vender aos seus clientes. Como mantém acordos com todas as operadoras, consegue gerenciar as tarifas de cada uma e oferecer a mais baixa, a cada ligação de um cliente. Um software faz a busca constantemente de qual operadora está oferecendo naquele dia a tarifa mais vantajosa para a localidade chamada. Lincoln garante que seus clientes conseguem tarifas 20% menores do que teriam se ligassem diretamente via operadora. Segundo o diretor da empresa, o número de clientes cresceu 516%, para 950, enquanto o número de condomínios atendidos passou de 34 para 156. O faturamento evoluiu 283%, para R$ 23 milhões, e as projeções para este ano, sem considerar crescimento, mas apenas mantendo a continuidade das contas verificadas em janeiro, é de chegar a R$ 48 milhões, diz o executivo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top