OUTROS DESTAQUES
Centrais de voz ainda têm espaço, dizem executivos
quarta-feira, 20 de março de 2002 , 19h56 | POR REDAÇÃO

O gerente geral de planejamento de rede da Embratel, Carlos Henrique Berendonk, afirma que os investimentos foram feitos durante anos e nada justificaria substituir toda a rede. Para o executivo, as centrais telefônicas de voz durarão mais 15 anos, e antes deste período não serão trocadas. Porém já está nos planos da Embratel adquirir gateways wireless e transformar a camada ATM de suas redes em IP. "Além disso, vamos acompanhar fóruns, debates e realizar testes com nossos parceiros para decidir quais serão nossos próximos passos", conclui Berendonk, citando empresas como Trópico, Cisco, Ericsson e Lógica entre estes parceiros.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top