OUTROS DESTAQUES
Telefônica resiste em investir em redes de próxima geração
quarta-feira, 20 de março de 2002 , 19h56 | POR REDAÇÃO

O lobby dos fornecedores para a implantação das redes de próxima geração (NGN, na sigla em inglês) não parece comover alguns operadores de telefonia fixa. Em painel realizado na 12ª edição da Telexpo, que acontece esta semana em São Paulo, a Telefônica deixou claro que somente vai investir em NGN se o mercado demandar aplicações relevantes o suficiente para justificar o aporte de dinheiro. "Não adianta os fornecedores me venderem qualquer tipo de 'ferro'. Não tenho como justificar investimentos neste momento", explica Manel Benazet, diretor de planejamento da tele. O executivo ainda diz que é muito mais interessante para uma incumbent como a Telefônica fazer investimentos aos poucos, camada por camada da rede, até que o mercado amadureça e surjam aplicações principalmente para o mercado corporativo como integração completa de filiais, gerenciamento de contas via web e mobilidade completa, entre outras.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top