OUTROS DESTAQUES
Planalto admite inflação maior para retomar crescimento
quarta-feira, 20 de outubro de 1999 , 21h35 | POR REDAÇÃO

Fonte do Palácio do Planalto já admite que, junto à melhora da atividade econômica brasileira, o governo opera internamente com a hipótese de uma inflação (índices de preços no consumo) entre 10% a 12% este ano e entre 12% a 15% no ano que vem. Acima, portanto das metas de 8% e 6%. A fonte revela também que o governo começa a considerar como erro a adoção de metas que impõem tetos de inflação pelo Banco Central. Apesar da inflação mais alta, os juros não devem subir.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top