OUTROS DESTAQUES
Operadora quer blocos maiores na licitação de 10,5 GHz
terça-feira, 20 de novembro de 2001 , 20h53 | POR REDAÇÃO

Coerente com seus comentários às mudanças na regulamentação de canalização da faixa de 10,5 GHz, a BrT sugere que a licitação desta faixa seja de blocos de 28 MHz "conforme estava previsto originalmente no Regulamento sobre Condições de Uso de Radiofreqüências da faixa de 10,5 GHz (o regulamento que vem sendo modificado pela proposta em consulta pública). A empresa argumenta que o uso de blocos de apenas 7 MHz em municípios com mais de 200 mil habitantes não faz uso otimizado do espectro e prejudica a oferta de aplicações de faixa larga, reduzindo a capacidade final dos sistemas. A BrT considera ainda que os blocos menores que 28 MHz só deveriam se aplicar para municípios pequenos, que demandariam menor capacidade final dos sistemas. A mesma sugestão é feita pela Impsat, sob o argumento de que "a prestação de serviços em banda larga para o mercado corporativo fica muito questionável em termos de relação custo/benefício, desestimulando, talvez, o emprego deste sistema."

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top