OUTROS DESTAQUES
Prazo para iniciar serviço de 3,5 GHz e 10,5 GHz é considerado curto demais
terça-feira, 20 de novembro de 2001 , 20h53 | POR REDAÇÃO

Sobre os prazos para a implantação do serviço de acesso nas faixas de 3,5 GHz e 10,5 GHz, a Brasil Telecom considera que eles apenas devem ser aplicados nos casos em que a outorga dos blocos de freqüência for para as áreas de numeração. A operadora considera que quando a outorga for para toda uma região, "o compromisso de atendimento exigido é muito grande." Para a BrT estes prazos devem ser alterados porque a aplicação de banda larga pode ser oferecida por outros meios tecnológicos e que as plataformas wireless são mais uma alternativa, possível de ser combinada com outras soluções. Com argumentos semelhantes, a TCO propõe a alteração dos compromissos de abrangência dos itens 2.5 e 2.5.1 de 18 para 24 meses. A BCP sugere um prazo ainda maior: 36 meses.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top