OUTROS DESTAQUES
TCO não quer preço mínimo no edital
terça-feira, 20 de novembro de 2001 , 20h53 | POR REDAÇÃO

A TCO sugere que a Anatel não estabeleça um preço mínimo para a licitação das faixas de 3,5 GHz e 10,5 GHz. Quer apenas que seja pago o preço pelo direito de uso de radiofreqüências, de acordo com o que está previsto no Parágrafo 1º do art 48 da Lei Geral de Telecomunicações. O argumento da empresa é de que o preço final a ser pago por cada bloco de freqüência seria o resultado do interesse comercial de cada uma delas, o que não inviabilizaria a prestação do serviço em áreas de menor interesse comercial.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top