OUTROS DESTAQUES
Novo modelo
Oposição vai ao Supremo contra PLC 79; Kassab diz que sanção pode acontecer em janeiro
terça-feira, 20 de dezembro de 2016 , 17h09

Onze senadores da oposição ao governo no Senado entraram na tarde desta terça, 20, com um Mandado de Segurança junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a não-admissão do recurso apresentado pelo Senado Paulo Rocha (PT/PA) ao PLC 79/2016, que muda o modelo de telecomunicações. O recurso apresentado no último minuto do prazo informado pela mesa diretora do Senado contava com 10 assinaturas, segundo a liderança da minoria, todas válidas e assinadas no próprio requerimento. A mesa diretora alegou, contudo, que o prazo era às 18:30. A minoria alega que o prazo das 20:00 foi informado formalmente e que havia um funcionário de plantão para receber e protocolar o recurso e as assinaturas.

Enquanto isso, o governo aprova que o texto do PLC 79/2016 chegue para sanção. O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, foi cuidadoso ao falar da sanção pelo presidente Temer. Segundo ele, o governo "tem interesse em sancionar o mais rápido possível", sem dizer o dia. E complementou: "se não for possível este ano, no início do (próximo) ano, em janeiro ainda". Ele disse não acredita que a sanção possa ser feita esta semana porque depende de consulta aos ministérios em relação a possíveis vetos, ressaltando acreditar "que não haverá vetos". O prazo para essa consulta e a sanção é de até 15 dias. Em relação a eventual recurso da oposição, o ministro disse não ter informações mas ressaltou que a sanção só ocorrerá havendo condições jurídicas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top