OUTROS DESTAQUES
Quais as conseqüências da decisão de Londres para o Brasil
quinta-feira, 21 de março de 2002 , 21h37 | POR REDAÇÃO

Luís Roberto Demarco pode, com base nas decisões de Cayman e de Londres, entrar com o processo de dissolução da companhia gestora do fundo que tem o dinheiro do Citibank para o Brasil. Isso é muito grave (e se não o fosse, o próprio Opportunity não teria apelado ao Privy Council de Londres), pois no momento que é aberto o processo de dissolução de uma empresa em Cayman, as atividades desta empresa ficam absolutamente comprometidas, segundo especialistas ouvidos por TELETIME News. O despacho do Privy Council, inclusive, atesta em seu parágrafo cinco que se for aberto processo de dissolução de um fundo gerido pelo CVC/Opportunity Equity Partners Ltd (empresa que Demarco pode agora dissolver), os investidores podem demitir o gestor por justa causa. Ao que tudo indica, o futuro da relação entre Opportunity e Citibank está nas mãos de Demarco. Procurado por TELETIME News, Demarco disse que não pode falar sobre o assunto.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top