OUTROS DESTAQUES
Telefone social
Anatel previa migração de 23% dos telefones para o Aice
sexta-feira, 21 de outubro de 2005 , 20h17 | POR REDAÇÃO

A discussão sobre uma forma de fazer a telefonia mais acessível aos menos abastados continua. Nesta sexta, 21, foi a vez de Elifas Gurgel do Amaral falar sobre o tema. O presidente da Anatel reconhece que os estudos da agência previam que haveria uma migração de quase um quarto da base residencial para o Acesso Individual Classe Especial, o Aice, quando esse fosse implantado. Isso ocorreria no caso de não haver restrições à utilização da modalidade de telefonia social. MAs, segundo ele, a proposta de um telefone acessível que foi acertada com o Ministério das Comunicações e com as empresas prevê uma migração muito menor. A implantação do telefone social, ou Aice, seja qual for a nomenclatura que será utilizada, será gradativa: de imediato deverão ser atendidas as capitais e as localidades com mais de 500 mil habitantes, depois as com mais de 100 mil a partir de julho de 2006, em seguida as com mais de 10 mil a partir de janeiro de 2007, e a partir de julho daquele ano, as demais. Elifas Gurgel considera que certamente será necessário estabelecer regras claras para a elegibilidade já no regulamento do novo produto.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top