OUTROS DESTAQUES
Balanço
BrT GSM melhora, mas prejuízo é de R$ 130 milhões no trimestre
sexta-feira, 21 de outubro de 2005 , 16h24 | POR REDAÇÃO

A Brasil Telecom GSM (BrT GSM) registrou uma melhora de 20,1% em resultado líquido, diminuindo de R$ 164,8 milhões para R$ 130,6 milhões seu prejuízo do segundo para o terceiro trimestre deste ano. A operadora registrou Ebitda negativo de R$ 157,9 milhões e de R$ 126,2 milhões no segundo e terceiro trimestres, respectivamente. A operadora teve uma receita líquida de R$ 175 milhões, crescimento de 15,8% em relação ao segundo trimestre, de R$ 151,2 milhões. A base de assinantes da operadora aumentou em cerca de 330 mil novos clientes e a BrT GSM encerrou setembro com 1,676 milhão de usuários. A receita média por assinante (Arpu) no trimestre foi de R$ 28,2 (R$ 27,5 no segundo trimestre).

Operação Fixa

A operação fixa da BrT teve uma piora sensível em seu resultado financeiro neste terceiro trimestre, encerrando setembro com um prejuízo líquido de R$ 82,8 milhões, frente ao lucro de R$ 42,3 milhões do trimestre anterior. A tele encerrou o trimestre com um total de 10,796 milhões de linhas instaladas (queda de 0,1% em relação ao trimestre anterior) e 9,549 milhões de linhas em serviço (crescimento de 0,1%). O Ebitda da BrT S/A foi de R$ 754,1 milhões no trimestre, queda de 9,5% em relação aos R$ 833,1 milhões registrados ao fim de junho. Em banda larga, os acessos ADSL chegaram a 892,2 mil no final do terceiro trimestre, adição de 144,8 mil acessos em relação ao trimestre anterior.

BrT Participações

A redução de 17,2% nas receitas de interconexão e o aumento de 49,5% em provisões para contingências (R$ 66,9 milhões neste terceiro trimestre) foram alguns dos fatores que afetaram o Ebitda consolidado da holding Brasil Telecom Participações. O Ebitda consolidado caiu de R$ 827,6 milhões para R$ 744,6 milhões entre o segundo e o terceiro trimestres do ano. O prejuízo líquido da holding no trimestre ficou em R$ 25,1 milhões, contra um lucro líquido de R$ 69 milhões entre os meses de abril e junho de 2005.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top