OUTROS DESTAQUES
Mercado
Telefónica votará a favor da Sonaecom em assembléia da PT
quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007 , 17h43 | POR REDAÇÃO

A Telefónica, que detém 9,9635% do capital da Portugal Telecom (PT), anunciou nesta quinta-feira, 22, que vai aprovar a desblindagem de estatutos da PT na Assembléia Geral (AG) extraordinária, que será realizada no próximo dia 2 de Março, dando sinal verde à OPA (Oferta Pública de Aquisição) lançada pela Sonaecom. Segundo o comunicado, a Telefónica vai votar a favor da alteração dos estatutos, para suprimir as limitações de voto, de modo a "que todos os acionistas possam manifestar a sua opinião, sem entraves à capacidade do exercício dos seus direitos, no melhor interesse da sociedade?. Deste modo a Telefónica manifesta seu apoio à Sonaecom, que apresentou esta proposta perante os acionistas da PT.
A aprovação dessa proposta é fundamental para o sucesso da OPA lançada pela Sonaecom no último dia 6 de fevereiro. Atualmente, os estatutos da PT estipulam que nenhum acionista pode exercer mais de 10% dos direitos de voto na empresa, independente da participação efetiva no capital da operadora.
A Telefónica vê na OPA da Sonaecom o caminho para obter 100% da operadora brasileira Vivo, cujo controle é hoje dividido com a Portugal Telecom.
Para impedir a venda para o grupo Sonaecom, a Portugal Telecom anunciou nesta semana um plano de remuneração aos acionistas de 6,2 bilhões de euros ou 5,6 euros por ação até 2009. Analistas de mercado apontam que a venda das ações agora, na OPA ou no próprio mercado, é vantajoso para os acionistas que querem lucro a curto prazo. Se o acionista está disposto a correr o risco da flutuação futura das ações da PT, tenderá a recusar a OPA.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top