OUTROS DESTAQUES
Banda larga móvel
Venda de handsets 3G dispara; minimodems têm ritmo constante
segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010 , 19h42 | POR REDAÇÃO

O balanço do mês de janeiro da telefonia móvel divulgado nesta segunda, 22, pela Anatel mostra um interessante movimento do mercado brasileiro com relação ao serviço de terceira geração. De setembro até janeiro, a ativação de modems USB cresceu 16%, a uma média de 200 mil terminais ao mês desde então. No mesmo período, a base de celulares de terceira geração registrou um aumento de 318%.
O movimento reflete a nova postura comercial das operadoras que acabaram por segurar o incentivo à venda dos modems 3G em função dos problemas de sobrecarga na rede que o serviço causa. Operadoras no mundo inteiro procuram uma forma tornar o serviço rentável, sem que ele deterirore a capacidade da rede. Já o crescimento exponencial dos acessos através de celulares de terceira geração é natural na medida em que novos lançamentos chegam ao mercado em substituição aos modelos e portfólios mais antigos.
A base de terminal de dados vem crescendo mais lentamente no Brasil. Era 4,05 milhões em setembro, 4,21 milhões em outurbo, 4,369 milhões em novembro e 4,573 milhões em dezembro. Agora chegou a 4,721 milhões. Já a venda de celulares com tecnologia WCDMA (3G) está em uma curva muito mais acelerada. Eram 2,341 milhões em setembro, 3,535 milhões em outubro, 3,749 milhões em em novembro, 4,090 milhões em dezembro e agora disparou para 7,465 milhões. A base total de usuários de celular, segundo dados da Anatel divulgados nesta segunda, 22, chegou a 175 milhões de assinantes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top