OUTROS DESTAQUES
Falta de acordo faz Embratel manter monopólio de clearing das celulares
quarta-feira, 22 de maio de 2002 , 22h29 | POR REDAÇÃO

Quase dois anos depois de o Comitê Gestor de Roaming habilitar a Cleartech como segunda opção de serviços de clearing para as operadoras móveis, as 21 empresas deste segmento continuam a realizar suas compensações de tarifas em roaming apenas com a Embratel Clearing House. As duas prestadoras ainda não realizaram a interligação para a troca de registro de detalhes de chamadas (CDRs, na sigla em inglês) em roaming, de tal maneira que as informações sobre as ligações feitas por assinantes deslocados das áreas de suas operadoras por enquanto só são acessíveis à Embratel. Assim, a Cleartech não tem ainda como assegurar a troca de dados das chamadas para cobrança entre suas clientes e as da Embratel, e vice-versa. Como resultado, a Cleartech, que planejava já contar com operadoras celulares desde o ano passado em sua carteira de clientes, por enquanto trabalha só com as fixas Telemar, Telefônica e GVT.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top