OUTROS DESTAQUES
TV por assinatura
Nokia Siemens é contra gratuidade do ponto extra
sexta-feira, 22 de agosto de 2008 , 19h25 | POR FERNANDO PAIVA

A Nokia Siemens Networks é contra a gratuidade do ponto extra para assinantes de TV por assinatura. Embora a empresa seja especializada em redes de telefonia celular e não tenha nenhum interesse direto na operação de TV paga, ela decidiu participar da consulta pública da Anatel sobre o assunto porque teme que o conceito de gratuidade para pontos extras seja estendido no futuro para outros serviços, como a telefonia. "Serviço é cobrado por consumo. Se você tem dois pontos, é o dobro do consumo. É como ter uma segunda linha telefônica ou o dobro de velocidade de internet", argumenta o diretor de relações institucionais da Nokia Siemens Networks, Mario Baumgarten. A empresa já redigiu sua contribuição para a consulta pública e deve enviá-la na próxima segunda-feira, 25.

Redes inteligentes

Outro aspecto que preocupa fornecedores é o fato de que existe uma tendência clara em mercados como os EUA de que as redes domésticas passem a ser o grande foco das operadoras no futuro. As empresas de telecomunicações passariam a explorar não apenas a prestação de serviço, mas também a oferta de soluções domésticas que permitissem a integração de serviços de áudio, vídeo e Internet. Com a limitação pela cobrança de ponto extra, ficaria difícil definir um modelo em que operadores possam, por exemplo, oferecer gratuitamente set-tops avançados de TV por assinatura (com DVR ou alta definição), ou centrais wi-fi ao assinante em troca de fidelidade ou uma cobrança adicional mensal.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top