OUTROS DESTAQUES
Serviços móveis
Segunda linha de celular ajuda crescimento do setor
sexta-feira, 22 de agosto de 2008 , 19h19 | POR REDAÇÃO

O Brasil encerrou a primeira metade do ano com 133,17 milhões de linhas celulares em serviço, de acordo com números oficiais da Anatel. De janeiro a junho, houve um acréscimo de quase 12 milhões de linhas, o que fez desse período o melhor primeiro semestre da história da telefonia celular no País. Entre os fatores que impulsionaram esse mercado, o principal deles foi o aumento do número de usuários com mais de uma linha, informa reportagem de capa da revista TELETIME que circula neste mês. Segundo uma pesquisa encomendada pela TIM, em junho deste ano havia 1,27 linha móvel por usuário no País, contra um índice de 1,1 em outubro de 2007. Isso significa que o Brasil teria na verdade, ao fim de junho, cerca de 105 milhões de usuários de serviços de telefonia móvel.
As promoções para estimular o chamado "tráfego on net" (oferta de tarifas mais baixas ou mesmo bônus para ligações entre clientes da mesma operadora) alimentam essa tendência de o usuário manter mais de uma linha. Essas promoções começaram a ganhar força no ano passado, em substituição ao subsídio de aparelhos pré-pagos. As teles saem ganhando porque o custo para a empresa é menor do que uma chamada para fora da rede, pela qual precisa pagar tarifa de interconexão para concorrentes. E os usuários perceberam que pode valer a pena ter SIM cards pré-pagos de operadoras diferentes e usá-los somente quando o número de destino for da mesma companhia. Veja detalhes na edição da revista já em circulação.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top