OUTROS DESTAQUES
Convergência
Telefônica já faz testes de vídeo sobre ADSL no Brasil
quinta-feira, 22 de setembro de 2005 , 15h16 | POR FERNANDO LAUTERJUNG

Ronaldo Varela, da diretoria de novos negócios e parcerias da operadora de telefonia fixa Telefônica, fez questão de destacar em painel realizado nesta quinta, 22, durante o congresso da SET, que o grupo espanhol não pretende produzir conteúdo no Brasil. "Não somos nem seremos produtores ou programadores de conteúdo", disse. Varela falou sobre os testes de vídeo sobre ADSL feitos no Brasil e sobre o serviço já prestado na Espanha. "Ainda existem algumas barreiras tecnológicas e, principalmente, regulatórias no Brasil, mas a oferta desse serviço é inevitável". Para ele, esse mercado deve ser regulado e discutido com os prestadores de serviços entrantes no mercado e com os prestadores tradicionais. "Mas o fato é que existe uma demanda".
Varela deixou claro que o serviço só faz sentido dentro da oferta de um pacote de serviços, o triple-play. "E a infra-estrutura precisa ter capacidade para oferecer futuros serviços", disse.
Ronaldo Varela expôs a realidade do vídeo sobre ADSL na Espanha, onde a Telefônica já 100 mil assinantes do serviço Imagenio. Há um ano, o serviço tinha 4 mil assinantes. Hoje já são 100 mil com expectativas de atingir 200 mil até o final do ano.

Pioneirismo

Os testes na Espanha começaram há dois anos, e a empresa pagou "o preço do pioneirismo". Segundo Ronaldo Varela, foram desenvolvidas soluções proprietárias de DRM (Digital Rights Management) e a compressão adotada foi MPEG-2. "Hoje sabemos que é melhor usar tecnologias adotadas no mercado, que têm escala e podem se desenvolver com menor custo para o operador". Para o Brasil, os testes estão baseados na compressão MPEG-4, com encoders Harmonic, servidores Seachange, solução DRM da Widevine, middleware Orca e set-top boxes Amino.
Varela contou ainda que a infra-estrutura permitirá aos assinantes do Brasil fazer até três streams de vídeo em alta definição. Entre os serviços que poderão ser oferecidos, além da recepção de canais por assinatura, estão o video on demand e videoconferência.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top