OUTROS DESTAQUES
Fornecedores
Cisco criará fundo de venture capital no País
terça-feira, 23 de janeiro de 2007 , 17h05 | POR ANA LUIZA MAHLMEISTER

A Cisco vai criar no Brasil um fundo de venture capital para incentivar e investir em setores que se interligam à sua estratégia. Esses recursos seriam dirigidos a empresas que desenvolvem aplicações para prefeituras, serviços voltados ao cidadão e gestão de redes sem fio, além de aplicações para redes IP.
O novo presidente da subsidiária brasileira da Cisco, Pedro Ripper, destaca que no ano calendário, iniciado em agosto de 2006, as apostas vão principalmente para o Brasil e para a Rússia ?que entraram no mapa da companhia?. Hoje a empresa conta com fundos de venture capital no Vale do Silício, Israel, Índia e China, que já recebem esses investimentos há alguns anos. ?O Brasil passou a chamar mais atenção com o crescimento de 58% no último ano calendário?, destaca Ripper. Como conseqüência desse resultado, a empresa prevê ampliar entre 30% e 40% sua infra-estrutura no Brasil, com crescimento do escritório, número de funcionários e canais.
Da receita de US$ 28,5 bilhões, 30% vem da área de telecomunicações (operadoras, service providers, TV por assinatura e ISPs); 35% a 40% de grandes empresas; 25% a 30% de médias empresas, e acima de 10% da área residencial, já contando os dividendos da aquisição da Linksys (que representou uma receita acima de US$ 1 bilhão), Scientific Atlanta (de set-top boxes) e Arroio (para distribuição de vídeo-on-demand).
Sobre a produção local de set-top boxes, Ripper destaca que a empresa sempre estudou a viabilidade da fabricação na Zona Franca de Manaus, e vai continuar analisando após o anúncio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) pelo governo. ?Isso depende do aumento da escala no mercado interno e perspectivas de exportação?, afirma Ripper. Os produtos da Scientific Atlanta e Linksys que chegam ao mercado neste ano integrarão também a marca Cisco.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top