OUTROS DESTAQUES
Internacional
Norte-americanos sem banda larga dizem que preço, ignorância técnica ou irrelevância são o problema
terça-feira, 23 de fevereiro de 2010 , 22h29 | POR REDAÇÃO

A FCC, órgão regulador norte-americano, divulgou nesta terça, 23, um estudo inédito sobre a adoção e uso da banda larga nos EUA. A pesquisa, com mais de 5 mil entrevistas, é parte do plano de banda larga que será anunciado no dia 17 de março. Segundo o levantamento da FCC, preço e dificuldades de uso são algumas das causas pelas quais mais de 93 milhões de norte-americanos não têm Internet em banda larga hoje. "Esse é o desafio que temos que enfrentar", disse Julius Genachowski, chairman do órgão regulador. Genachowski já tem manifestado informalmente que o plano de banda larga pretende universalizar no longo prazo o acesso de 100 Mbps a todo cidadão norte-americano.
A pesquisa foi realizada no final do ano passado e constatou que 36% dos não usuários alegam problemas de preço: 15% alegaram que as assinaturas são elevadas, 10% disseram que não podem ter um computador e 9% acham que a taxa de instalação é muito cara e não querem ter contratos longos.
Outros 22% que não têm banda larga disseram que é por não terem habilidades necessárias (12%) ou medo de exposição indevida de seus dados (10%). Há ainda um contingente de 19% dos norte-americanos que não têm Internet que alegam achar a tecnologia desnecessária ou irrelevante. A íntegra do estudo está disponível na homepage do site TELETIME.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top