OUTROS DESTAQUES
Aquisições
Sócios do Opportunity exigem aprovação prévia da Anatel
sexta-feira, 23 de agosto de 2002 , 17h22 | POR REDAÇÃO

Luiz Otávio Motta Veiga, presidente do Conselho de Administração da Brasil Telecom, reuniu-se separadamente nesta sexta, dia 23, com o presidente da Anatel, Luiz Guilherme Schymura, e com o vice, Antônio Carlos Valente. Schymura disse que o conselheiro da BrT "reportou a intenção e as negociações" para a compra da Intelig.
Motta Veiga, por seu lado, preferiu não dar detalhes sobre o que tratou com os dirigentes da agência. No entanto, confirmou que conselho da BrT impôs a autorização da Anatel como condição para a oferta, que tinha como prazo esta sexta-feira.
"A rigor, a Anatel não tem que aprovar previamente a operação. Mas vamos pedir (a aprovação) porque é nossa política ter uma boa relação com a agência", explicou Veiga. O executivo disse ainda que o assunto TIM não foi tratado durante a reunião.
A necessidade da autorização prévia foi imposta, na verdade, pela Telecom Italia e fundos como condição para a aquisição tanto da Intelig quanto da Globenet e MetroRED, que também estão na mira da BrT. A empresa, que não antecipou metas de universalização por decisão do seu controlador Opportunity, pretende adquirir participações de 19,9% destas empresas, como fez recentemente com a Vant. Mas os sócios temem que se repitam os problemas causados por esta última aquisição, que rendeu a abertura de um Pado (Procedimento Administrativo de Descumprimento de Obrigação) pela Anatel, sob denúncias de que a concessionária é controladora de fato da empresa.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top