OUTROS DESTAQUES
Migração para o SMP: questão da perda do VC-1 não é problema, diz Anatel
sexta-feira, 23 de novembro de 2001 , 19h52 | POR REDAÇÃO

O conselheiro da Anatel Antônio Carlos Valente rebateu o argumento de alguns operadores celulares que dizem que a introdução do Código de Seleção de Prestadora (CSP) será prejudicial aos consumidores. A tese dos operadores é que com o CSP não será mais possível oferecer uma tarifa única para todos os clientes de sua área de prestação de serviço. "Os operadores não querem continuar oferecendo esta tarifa única, que na prática é abrir mão da tarifa de uso de uma das pontas da chamada, porque serão obrigados a fazer a mesma negociação com os demais operadores", rebateu o conselheiro. Segundo Valente, as ligações de longa distância representam de 8% a 10% da receita das operadoras celulares, o que torna muito difícil entender o porquê de tanta briga.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top