OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Net vende telefonia local da Embratel
quarta-feira, 24 de agosto de 2005 , 17h53 | POR LETÍCIA CORDEIRO

A Net Serviços iniciou a venda do Livre, o serviço de telefonia local da Embratel. Trata-se, na verdade, da primeira ação comercial conjunta das empresas e vale como um teste de operacionalização e aceitação dos novos pacotes de serviços integrados que as operadoras devem lançar até o final do ano, segundo fontes próximas. Fontes ligadas às companhias, entretanto, dizem que é apenas uma parceria comercial, mas não dão mais detalhes.
Equipes comerciais da Net que fazem a venda de pacotes de TV por assinatura e banda larga em condomínios estão também oferecendo os planos Livre pós-pagos de R$ 28, R$ 50, R$ 70 e R$ 100 mensais. O preço do aparelho, de R$ 199, pode ser parcelado em dez vezes e as operadoras estão trabalhando com uma adesão mínima de seis meses ao produto.
Segundo fontes próximas ao projeto, o Livre seria uma alternativa de redução de preço de telefonia temporária até o lançamento comercial do serviço de voz sobre IP (VoIP) da Net, em dezembro. Esta data, contudo, ainda não é consenso entre executivos das empresas. Há quem acredite que o lançamento possa ser feito ainda em setembro. A Telmex fala em lançamento até o final do ano.
Embora as empresas não confirmem oficialmente, a Net está concluindo o upgrade de partes de sua rede e melhorando ainda os sistemas de cadastro e cobrança para o lançamento do novo serviço.
Procuradas por este noticiário, Embratel afirmou apenas que se trata de uma ação comercial conjunta comum, utilizando o mailing da prestadora de TV por assinatura para vender seus serviços de telefonia local, e a Net informou que não se pronuncia sobre a questão de VoIP.

Estratégia

Em apresentação feita a analistas de mercado, a Net enfatizou que sua estratégia atual continua sendo o crescimento nos serviços de vídeo e, destacadamente, banda larga, pois entende que é um segmento extremamente rentável. Segundo a Net, VoIP é um dos serviços futuros que se adiciona à base de clientes banda larga, mas a operadora não dá detalhes sobre o serviço de voz por conta de limitações decorrentes da fase de pré-lançamento de debêntures.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top