OUTROS DESTAQUES
Longa distância
Queda de tarifas em 2006 melhorará a competição com VoIP
quarta-feira, 24 de agosto de 2005 , 12h15 | POR ANA LUIZA MAHLMEISTER

A queda nas tarifas das chamadas de longa distância (LD), prevista para 1° de janeiro, diminuirá a pressão sobre as operadoras frente a disseminação dos serviços de VoIP. O superintendente de serviços públicos da Anatel, Marcos Bafutto, destacou nesta quarta, 24, que os serviços de VoIP têm impacto sobre a receita das operadoras e estas devem adaptar-se a um novo nível de competição.
Em janeiro, as tarifas de interconexão devem cair para 50% do valor do minuto e haverá a gradativa conversão de pulso para minuto, quando a Anatel terminar o processo de coleta do perfil dos municípios. A TU-RL cai 50% em 2006 e 40% em 2007, transformando-se em modelo de custo em 2008. Em julho, a TU-RL caiu 20%. "Com a implantação do minuto substituindo o pulso, as operadoras de LD oferecerão serviços mais competitivos", diz Bafutto.
Ele destaca, no entanto, que estas terão que se adaptar ao novo panorama. "Elas não podem ficar paradas esperando a invasão dos novos serviços de VoIP". Entre as alternativas está a agregação de serviços na mesma rede como double e triple play, oferecendo voz e ADSL, mobilidade e 3G no mesmo circuito. "Elas devem acompanhar a evolução tecnológica e melhorar a utilização de suas redes", prevê Bafutto, que participou do Telexpo VoIP – Exposição e Congresso de Voz sobre IP e Telefonia IP, em São Paulo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top