OUTROS DESTAQUES
Sucessão na Anatel
Futuro de Elifas depende da "condução dos processos", diz Costa
segunda-feira, 24 de outubro de 2005 , 23h18 | POR REDAÇÃO

O ministro das Comunicações Hélio Costa afirmou que em nenhum momento a Casa Civil se manifestou contra ou a favor de nenhum nome para a Anatel, desmentindo assim a informação trazida pela revista Veja, de que Jarbas Valente seria o provável novo presidente ?com apoio da Portugal Telecom?. Ele não disse quem pretende indicar, mas não será, segundo suas palavras, uma lista tríplice. Será um nome único. Perguntado se o atual presidente da agência, Elifas Gurgel do Amaral, teria chance de ser reconduzido, ele disse que sim, ?dependendo da sua condução? dos processos da Anatel. Perguntado sobre quais processos, Hélio Costa desconversou, nem explicou se a recondução de Elifas Amaral estaria vinculada à questão do telefone social. ?Acho que a Anatel está percebendo que o ministério está recuperando seu papel de formulador de políticas?.
Sobre o telefone social, o ministro mostrou desconforto ao saber que o presidente da agência talvez não decida rapidamente (esta semana) como será ajustada a proposta em negociação pelo Ministério das Comunicações com a proposta do Aice (Acesso Individual Classe Especial), que a Anatel elabora. Ele afirmou que passou a Elifas Gurgel a orientação de que o governo não pode ser responsabilizado por eventuais desequilíbrios financeiros que as empresas venham a sofrer com o telefone social, deixando implícito que a proposta do Aice, como está, desagrada o Minicom.

Fust

Hélio Costa afirmou publicamente durante a Futurecom que pretende retomar, em 2006, a viabilização do Fust. ?Farei isso revendo as iniciativas que foram tomadas anteriormente e entendendo o que impediu que elas fossem adiante?. Ele diz que já está estudando essas alternativas para tentar ?colocar o Fust nos trilhos?.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top