OUTROS DESTAQUES
TV everywhere
Net Fortaleza fecha com Globosat e lançará Muu em novembro
segunda-feira, 24 de outubro de 2011 , 16h09 | POR LETÍCIA CORDEIRO

A operadora de cabo Net Fortaleza (Videomar Rede Nordeste) é a segunda operadora de TV por assinatura a fechar parceria com a Globosat para a oferta do conteúdo do Muu, a plataforma de TV everywhere da programadora. Até então, apenas assinantes da Net Serviços tinham acesso ao conteúdo dos canais pagos da Globosat. “E uma terceira operadora deve ser anunciada ainda em novembro”, comemora o diretor de novas mídias da programadora, Gustavo Ramos.

A Net Fortaleza está finalizando ajustes técnicos e a expectativa da operadora é lançar o serviço, no mais tardar, na primeira semana de Novembro. “Só podemos saber que conteúdos o usuário pode acessar através da operadora de TV paga e os bancos de dados são bem diferentes entre prestadoras, mas não é nada impossível de se fazer”, explica Ramos.

Road map

O acesso aos conteúdos pode ser feito no portal do Muu na Internet ou por meio de aplicativos para iPhones e iPads. Em breve também será expandido para outros sistemas operacionais. “Parte da possibilidade de sucesso desse negócio está em uma distribuição ampla, para todos os dispositivos, desde smartphones e tablets a consoles de videogame, TVs e caixas conectadas”, afirma Ramos. Até o final do ano devem ser lançados os aplicativos Muu para tablets e smartphones Android e para Windows Phone. TVs conectadas de duas fabricantes já têm protótipos rodando e, na sequência, consoles de videogames da Sony e da Microsoft também passarão a integrar o app.

A iniciativa da Globosat é uma medida de defesa da cadeia de valor da TV por assinatura, frente à ameaça dos serviços over-the-top (OTT), como as locadoras online Saraiva Digital, NetMovies e, mais recentemente, a Netflix.

“O Muu é oferecido de graça para o cliente de TV por assinatura e a operadora nos paga um fee bem pequeno. Não é um projeto em que estejamos visando o lucro, mas o modelo de TV everywhere faz sentido para a gente e para outros players no mundo. Queremos defender a cadeia de valor da TV paga e, no fundo, o trabalho conjunto é para sempre trazer um beneficio maior para assinante”, avalia Ramos.  

SVOD

E os planos da Globosat não param no Muu. A programadora pretende lançar também produtos de subscription video on demand (SVOD) e de compra de conteúdos avulsos, no modelo transacional. “Serão produtos possivelmente aliados a canais específicos, com a marca do canal, como Premiere FC.com, voltado para os assinantes do Premiere FC que queiram acompanhar os jogos longe do ponto de TV por assinatura”, detalha Ramos. O produto está em testes e deve começar a ser vendido a partir de janeiro do ano que vem.

Para Ramos, cobranças adicionais só terão sentido pra produtos ao vivo de grande valor no tempo, quando o assinante estiver fora do ponto de TV e o acesso ao conteúdo naquele momento for mais importante do que a qualidade, como é o caso de partidas de futebol, o último capítulo de uma série ou novela ou mesmo para uma notícia de grande impacto.

Uma outra possibilidade é a criação de pacote de assinatura para filmes de segunda janela. “O Telecine poderia ter, por exemplo, entre 30 e 50 filmes gratuitamente para assinantes no Muu, ter mais um produto de SVOD com títulos de segunda janela e, ainda, vender lançamentos blockbuster no modelo tradicional”, detalha o executivo. “Vejo a possibilidade de fechar 2012 com o Muu e mais dois ou três produtos de SVOD, utilizando as plataformas de VOD das operadoras para oferecer qualidade de som e imagem e também em outros dispositivos, para agregar mobilidade”.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top