OUTROS DESTAQUES
Perspectivas da Embratel não são boas
quarta-feira, 25 de julho de 2001 , 22h55 | POR REDAÇÃO

Pior do que os prejuízos da Embratel é a falta de perspectivas da empresa, disse hoje a TELETIME News o analista de telecomunicações de um dos bancos europeus mais ativos no setor. Para ele, as perdas de R$ 38,8 milhões registradas no segundo trimestre de 2001 (R$ 0,12 por lote de mil ações), refletem, é verdade, o impacto da desvalorização do real sobre suas despesas financeiras (de R$ 147 milhões), já que 73% do total da dívida se expressa em moeda estrangeira. Mas também é verdade que a companhia vem perdendo rapidamente a sua rentabilidade: tirando essas despesas com a dívida, sobraram no segundo trimestre lucros de R$ 28 milhões, apenas 30% de todo o lucro gerado no mesmo período do ano passado (R$ 147 milhões). O EBITDA, por sua vez, caiu de R$ 443 milhões para R$ 402 milhões.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top