OUTROS DESTAQUES
Crise política
Dantas deporá nas CPIs. Sigilo de teles e fundos é quebrado
quinta-feira, 25 de agosto de 2005 , 19h47 | POR REDAÇÃO

As CPIs que investigam as denúncias de corrupção chegaram ao Opportunity. Já se sabia que a maior parte dos recursos depositados nas contas das agências DNA e SMP&B, de Marcos Valério, vinham da Brasil Telecom, Telemig Celular e Amazônia Celular. As empresas alegam que são relações comerciais normais de contratação de serviços de publicidade. Mas as CPIs receberam, também, notas frias emitidas em nomes das empresas de telecomunicações geridas pelo grupo de Daniel Dantas e o nome do empresário e de seus aliados aparecem em diversos depoimentos que relatam tentativas de aproximação com o governo. Depois de muita pressão contrária, finalmente a CPI dos Correios e também a CPI do Mensalão resolveram convocar o homem forte do grupo Opportunity para se explicar. Dantas será ouvido pelos parlamentares.
O PFL e o PSDB resistiram à convocação de Dantas. Na briga política, têm feito acusações contra os fundos de pensão. A suspeita maior sobre os fundos recai sobre operações com o Banco Rural e o BMG, também pivôs da crise, mas nesse caso quem fez operações em maior volume foram fundos como o Real Grandeza, que não participa de empresas de telecomunicações. Mas isso não impediu o PFL de acusar os grandes fundos (especialmente Previ, Petros e Funcef) de irregularidades por conta do acordo de put firmado com o Citibank.
Na briga política, Dantas foi convocado e deporá na CPI dos Correios no dia 14 de setembro, assim como os presidentes dos fundos de pensão, que já têm falado à CPI e devem falar novamente. O Citibank também foi convocado a depor na CPI. Os depoimentos na CPI do Mensalão não foram marcados.
Além disso, a Brasil Telecom, a Telemig Celular e a Amazônia Celular tiveram seus sigilos fiscal, bancário e telefônico quebrados, assim como o sigilo bancário de vários dos fundos de pensão que participam de empresas de telecom. Neste caso, contudo, serão quebrados os sigilos apenas das operações envolvendo o Banco Rural e o BMG.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top