OUTROS DESTAQUES
Operadoras
GVT quer ampliar VoIP; Intelig busca mercado residencial
quinta-feira, 25 de agosto de 2005 , 12h06 | POR ANA LUIZA MAHLMEISTER

A GVT, que oferece serviço de telefonia IP em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia e Brasília, quer ampliar o número de cidades atendidas. A operadora já vendeu 10 mil linhas desde o lançamento do serviço, em setembro de 2004, incluindo os mercados corporativo e residencial. Para facilitar a compra e disseminar o serviço, lançou neste ano um portal onde o cliente adquire seu telefone via internet.
Segundo Cintia Giotto, diretora de produtos e projetos especiais da GVT, a empresa conta com mais clientes residenciais do que corporativos, mas estes últimos geram mais tráfego. A empresa vê grande potencial de clientes entre os 2,4 milhões de usuários de banda larga no Brasil. No mercado corporativo, devido ao alto tráfego de voz e dados, é necessária uma rede de banda larga dedicada. Estes clientes, segundo Cintia, estão descobrindo cada vez mais serviços de valor agregado na telefonia IP, como a mobilidade, segurança e outras funcionalidades.
Para Cintia, a rede legada tem hoje mais importância do que terá em um futuro próximo, não só devido ao VoIP mas também com a entrada do WiMAX. ?Existe cada vez mais a necessidade de convergência dos serviços?, afirma. Ela compara a chegada da voz sobre IP ao aparecimento da internet.

Residencial

Já a Intelig, que oferece um sistema dedicado de VoIP a clientes corporativos, também prevê lançar um novo serviço, para clientes residenciais e corporativos, cobrindo todo o território nacional, até o final do ano. Segundo Joilson Vieira, gerente de produto da Intelig, a empresa está na fase de firmar parcerias e de configuração da rede.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top