OUTROS DESTAQUES
Política de comunicações
SET quer garantia de acesso no cenário convergente
terça-feira, 25 de outubro de 2005 , 20h09 | POR REDAÇÃO

A SET (Sociedade de Engenharia de Televisão) quer garantir a continuidade do acesso à plataforma de distribuição, quando o negócio envolvendo a convergência de conteúdo entre operadoras de telefonia e emissoras de TV ganhar um volume interessante. A afirmação é do presidente da entidade, Roberto Franco. Para ele, esta garantia poderia vir por meio de regulamentação do Ministério das Comunicações ou da Anatel, ou mesmo de um decreto.
Franco disse que da receita total da mídia de voz e dados, 97% estão em poder das operadoras telefônicas e 3% com as empresas de radiodifusão e TVs pagas. Franco afirmou que as emissoras de TV e rádio têm, juntas, a maior produção de conteúdo nacional: cerca de 80%. ?A excelência na produção de conteúdo é nossa; na administração de rede, a excelência é da telefonia?, comparou. ?Se de um lado estão as telefônicas com o poder financeiro, do outro está a produção de conteúdo. Quem será o dono do negócio? Só as regras para protegerem o produtor do conteúdo.?

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top